Gravidez / Parto

Ciática na gravidez - o que a causa e como lidar com a dor


Esperar o nascimento de um filho é um dos períodos mais bonitos da vida de todas as mulheres. Infelizmente, a gravidez nem sempre passa sem sintomas desagradáveis. Um deles é ciática na gravidez. Um ataque de ciática é muito desagradável e, em grande medida, pode até impedir que uma futura mãe realize atividades básicas.
O que causa ciática na gravidez e como lidar com isso em casa? Você encontrará respostas para essas perguntas neste artigo.

Ciática na gravidez - as principais causas

Causa ciática pressão no nervo ciático. É o nervo mais longo e mais grosso do corpo humano. Sua principal função é enviar estímulos nervosos da parte superior do corpo para a parte inferior do corpo. É o bom funcionamento do nervo ciático que nos faz mover as pernas. As causas do ataque ciático na gravidez podem ser causadas mudanças que ocorrem no corpo da futura mãe, bem como presas no corpo dela. A causa mais comum de ciática é porque degeneração da coluna vertebral. No entanto, o período de gravidez é propício ao surgimento de doenças relacionadas à ciática.

Durante a gravidez, quando o corpo de uma mulher muda e o bebê cresce no útero, pode ocorrer compressão do nervo ciático. É essa pressão que causa problemas com seu bom funcionamento. Na maioria das vezes as mulheres reclamam do pe.dor nas pernas e parte inferior das costas. Por causa dele problemas para mover, dobrar e executar atividades básicas. Ciática na gravidez também pode causar sensação de dormência nas pernas e pés. A dor associada a um ataque de ciática pode ser temporária; nesse caso, a dor aparece repentinamente e após alguns instantes desaparece espontaneamente e a longo prazo, quando a dor acompanha a mulher, mesmo durante a gravidez.

Ciática na gravidez - sintomas básicos

Para não confundir o ataque ciático com outras doenças da gravidez, vale a pena conhecero que é ciática se manifesta na gravidez. Seus sintomas mais comuns incluem:

  • dor aguda e radiante na região lombar, passando pelas nádegas e coxas e terminando nos pés;
  • incapacidade de levantar as pernas na posição deitada;
  • dor intensa ao dobrar as pernas na articulação do quadril e joelho;
  • formigamento e sensação de queimação nas pernas.

Em alguns casos, a dor associada à ciática afeta ambos os membros, enquanto em outros só pode cobrir um lado do corpo.

Se você tiver esses sintomas e suspeitar de um ataque ciático, consulte um médico. Em alguns casos, pode ser necessário uma visita a um neurologista e uma fisioterapia bem escolhida. A ciática na gravidez é uma doença grave que não deve ser subestimada. Especialmente durante a gravidez, pode ter um impacto negativo no seu curso e, em alguns casos, também ser uma indicação para uma cesariana.

Tratamento seguro da ciática durante a gravidez

A gravidez é um momento extremamente delicado. A gestante deve ser extremamente cuidadosa, especialmente quando estiver tomando medicamentos. Muitos produtos farmacêuticos são desaconselháveis ​​para as mulheres em um estado abençoado. Portanto, se notarmos sintomas da ciática, consulte um médico imediatamente. Ele o aconselhará sobre como tratar com segurança essa condição desagradável durante a gravidez. Você não deve tentar tratar a ciática por conta própria, porque analgésicos ou pílulas populares também podem ter um efeito negativo na saúde e na vida do feto em desenvolvimento.

Remédios caseiros para aliviar a dor associada a um ataque ciático:

  • Aplicação de uma compressa quente ou fria em áreas doloridas
  • Evitar esforço excessivo e levar um estilo de vida econômico
  • Ao sentar, coloque almofadas macias na região lombar
  • Uma massagem suave de manchas doloridas com óleo para mulheres grávidas
  • Participar de aulas de fisioterapia ordenadas por um médico

Ciática na gravidez e no parto

É bom saber que a ciática na gravidez pode aparecer tanto devido à pressão fetal sobre os nervos, bem como por razões independentes da gravidez e seu curso. Algumas mulheres podem sofrer de degeneração da coluna vertebral, que se torna a principal causa de ciática. Para dores prolongadas causadas pela ciática, geralmente o médico prescreve parto por cesariana. Essa interrupção da gravidez é a mais segura para a mãe e o filho. É por esse motivo que é tão importante informar o médico assistente sobre quaisquer sintomas e doenças da gravidez, porque, graças a essas informações, ele poderá não apenas aliviar a dor, solicitando, por exemplo, fisioterapia ou prescrevendo medicamentos apropriados, mas acima de tudo, para tomar a decisão correta. parto.